quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Eu-Viajante, 21 anos!


Há 21 anos, entre a tarde do dia 21 e a manhã do dia 22 de agosto, eu voava para Battle Creek, em Michigan, U.S.A, para uma aventura em busca de mim mesma, num programa de Intercâmbio Cultural. E me dei conta de que esta 'aventura', que nasceu naquele dia, hoje completa maioridade. Posso chamar esta porção minha de 'Eu-Viajante'. Explico. Há uma vida que surgiu em mim naquela tarde da partida, algo cuja força, na época, eu desconhecia por completo. Pois a pulsação que vem dali, na minha história pessoal, hoje é maior de idade: é meu ímpeto de desbravar lugares para além dos conhecidos. Nas viagens e, sim, nas cozinhas.

Battle Creek me ensinou muito, mas não foi nada fácil. Foi, no entanto, fundamental ao meu percurso, tanto que não imagino minha história sem a existência real desta cidade, de suas paisagens, de seus cheiros. E o sabor das lembraças é o da Pasta de Amendoim, da Cheese Cake, dos M&M´s, dos Donut´s e Muffins...Da salada da cafeteria da escola, no almoço. E de uma solidão farta, que me conduziu para dentro de mim mesma de modo contundente, avassalador. Descobri como me perder e como me encontrar, sozinha, há exatos 21 anos. Aprendi a viajar sozinha, ali, a ganhar o mundo, caminhando cada passo numa terra estranha. Terra estranha para dentro e para fora. 

Há 21 anos nascia uma parte minha, ganhava voz a porção de mim que me acompanha nas descobertas. Até hoje.

Para mim, memórias com sabor se tornam indeléveis, marcam um percurso. Pulsam. 

Com carinho,

Betina

2 comentários:

  1. querida Be... que precioso isso de descobrir-se como se perder e como se encontrar... aprender a viajar sozinha, e ganhar o mundo,não é para muitos... mas tem muitos "caminhando cada passo numa terra estranha. Terra estranha para dentro e para fora"....
    colocas palavras a emoções conhecidas por mi... grata...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracias, Ange! A experiência de fato foi uma revolução interna, numa época muito importante da vida. Dali, resultou em grande parte meu gosto por viajar, pelos desafios, pelas descobertas que fazemos de nós mesmos durante um período em terras estranhas. Beijos, obrigada pela visita e pelo comentário!

      Excluir

Participe! Vou adorar compartilhar emoções culinárias com você! Com carinho, Betina