segunda-feira, 29 de maio de 2017

Por que cozinhamos no século XXI?

Nutrir, agregar, administrar processos de fermentação natural para pães, plantar na sacada do apartamento, inovar, reforçar a ancestralidade, fugir da rotina atribulada, descobrir ingredientes, pertencer a um grupo, aprender uma nova habilidade, desafiar os cinco sentidos. E tantas outras possibilidades.
Afinal, que alimentos e por que  motivos cozinhamos no século XXI? O que estamos esperando da cozinha, neste terceiro milênio? Como estamos cozinhando? E com que freqüência? 

Queríamos estar preparando nossa comida mais vezes na semana?

Quando me refiro ao cozinhar, estou incluindo todas as etapas dessa ação, para além do transformar através do fogo, que nos fez humanos. Me refiro desde a ida ao mercado até o colocar a mesa. Quem somos nós na cozinha, hoje, e o que está mudando  em nossa forma de perceber o ato de cozinhar? Como são as nossas cozinhas contemporâneas e o que queremos delas?

Sugestão do post:

Pergunte-se.
Responda-se.
E mude o que achar necessário, no tempo propício.


A pergunta central, presente em todas. é:
Afinal, por que cozinhamos? 
  E mais: como estamos lidando com as nossas raízes?

Fica o espaço para a reflexão.

Bom começo de semana!
Abraços,
Betina


Preparo da folha de mussarela, em Pisa, Junho 2004
Em pleno "Giugno Pisano"
Um certo caos festivo na cozinha, Pisa, junho 2004
Em pleno "Giugno Pisano"
 Da mercearia:  ingredientes para o Patê de azeitonas negras,
 Chianti  e Grana Padano, com Trítico de pimentas. 
Pisa, Junho 2004
Momentos de inspiração culinária:
sempre um caos festivo
Pisa, Junho 2004
Cena da Paella sendo feita pelo pai
O bolo de melado da Anilda, no lançamento do
 "Pequeno Alfarrábio de Acepipes e Doçuras"
Dezembro 2012 e 20 anos depois do bolo
 que deu origem ao texto "Baskara no lanche da tarde"
Preparo dos Scones com as crianças, pela receita de Oswaldo Gross
Pré-scones
pela receita de Oswaldo Gross
Scones no café da tarde
Figos para a realização da receita de "figos cristalizados da Vó Léia"
Dezembro 2013










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Vou adorar compartilhar emoções culinárias com você! Com carinho, Betina