domingo, 11 de agosto de 2013

Homenagem aos pais!


Um tintim em homenagem ao meu pai, cuja Paella atravessa os confins da minha memória. Torna-se, pois,  bruma de sabor que permeia a imaginação, com seus cheiros vibrantes, cores, formas, movimento, viço...

De sua autoria, há também o churrasco e o carreteiro, vida afora, o Goulash, que ainda hei de relembrar, os aperitivos regados à boa prosa...E há a mansidão, entremeada com o entusiasmo, no contar longo e reflexivo das histórias da vida. E há o ímpeto que acompanha o plano de viagens e as novas rotas. E há os brindes que musicam a conversa, o tilintar leve dos talheres dando ritmo às vozes. E há a pimenta, o sal, os temperos, os aromas, as lembranças e os projetos: o presente  na vida dos cinco sentidos e no prazer do sabor, o passado na memória e o futuro nos planos do porvir. A cada passagem entre um tempo e outro, há o tintim, a celebração, mesmo quando a atmosfera pede alguma parcimônia.

Mesmo num olhar perplexo ou interrogativo frente ao tema, há o instante da força, da partilha, o som dos copos selando o acordo: celebrar, seja pela mínima conquista, pela ideia mais comum, pela dúvida sem resposta. Até esta merece brinde!

Hoje, Dia dos Pais, é dia de celebrar suas qualidades. É  dia de celebrar sua presença vibrante e terna, em medidas aproximadas na receita do convívio. É dia de celebrar a força e a segurança que ele representa. Dia de celebrar a acolhida alegre na mesa do restaurante, de braços abertos, num gesto comemorativo. Pelo quê?  pelo simples fato de cada encontro ser uma comunhão de ideias, de novos trajetos ou de novas receitas de cozinha, de boas lembranças, de risadas.

Homenageio também meu irmão, 
que é um pai fenomenal e parceiro dos guris,
e meu amor, que é um paizão para a pequenina.
 Celebro esta data também pelos meus amigos que já são pais.

Então, meu tim-tim a todos os pais, neste domingo de Agosto!

Com carinho,
Betina



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Vou adorar compartilhar emoções culinárias com você! Com carinho, Betina