quarta-feira, 6 de março de 2013

Sobre minha palestra "O subjetivo na cozinha: a culinária como metáfora"



"O ato culinário é, ao mesmo tempo, uma experiência individual e coletiva, uma oportunidade de autoconhecimento, de entrega a si mesmo e, simultaneamente, de partilha, de doação, de expressão dos afetos positivos. Exercício contínuo de liberdade e de disciplina, de firmeza e de flexibilidade, de gratificação e de tolerância às frustrações. De foco e de atenção no presente, pondo em ação cada um dos nossos cinco sentidos. Exercício de resiliência, a cada receita. Sobretudo, o ato culinário representa uma das circunstâncias mais propícias para experimentarmos o singular e o plural, para nos aproximar de nós mesmos e daqueles a quem admiramos, amamos e que são parte de nossa história."

"Pequeno Alfarrábio de Acepipes e Doçuras"


De que modo a cozinha alimenta nossa subjetividade? Este é o tema da palestra “O subjetivo na cozinha: a culinária como metáfora”, que farei na ocasião do lançamento do meu caderno de crônicas culinárias “Pequeno Alfarrábio de Acepipes e Doçuras”.

Aguardo vocês, amigos e leitores, para nossa prosa de forno-e-fogão!

13 de Março de 2013, às 19hs, na Livraria Cultura do Bourbon Country. Às 20hs, ocorrerá a sessão de autógrafos do 'caderno'.

Abraços,
Betina Mariante Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Vou adorar compartilhar emoções culinárias com você! Com carinho, Betina