sábado, 6 de outubro de 2012

A Vó da Ambrosia de Sol


    Há alguns dias não venho em nossas páginas, que foi uma semana corrida...Neste enquanto, algo de muito significativo me tomou: recebi, de uma prima querida, a Carmem Lescano, receitas escritas pela Vó Alda, a Vó da Ambrosia de Sol. Interessante foi que, ao procurar a anotação daquele doce, ela descobriu outras quatro, com data e assinatura da Vó. Mais uma vez, fui agraciada pela Serendipity
      Foi justamente por ter buscado o registro da Ambrosia que a Carminha encontrou as outras, e isto teve muito encanto. Em nossa prosa, referiu lembrar-se das conversas de sua mãe, a Lelinha, com a Vó, em que, junto ao 'como-se-faz' da ambrosia ( " ...Eu fui pensando, tentando lembrar o que elas conversavam sobre a ambrosia. Lembro de ver a Alda falar que levava 1 kg de açúcar, 1 copo de suco de laranja. A quantidade de ovos estou em dúvida: me parece que eram 12."), rememoravam os namoros, os bailes, as amizades de seu tempo
Eram primas-irmãs, a Lelinha e a vó Alda, e suas conversas versavam sobre tantos temas, épocas, receitas e gentes que era encantador ficar ouvindo, como me contou a Carminha. Fico imaginando estas cenas, em volta da mesa da copa, com as delícias que costumavam fazer, com aquela melodia saborosa, em que uma memória puxa outra e outra ainda. Aquela melodia em que, no meio do assunto, surge a frase: 'mas como é que fazias mesmo aquele pudim de laranja?', e logo estão falando em cozinha, depois nos primos, nos filhos, nas festas...Esta era a magia dos encontros. Fico imaginando...

Há tanto o que contar...

Nesta postagem, meu agradecimento de coração à Carminha, que me presenteou com a vivência das receitas escritas com a letra da Vó, com seu nome assinado, suas preciosidades e seu jeito-muito particular-de encerrar cada anotação:

"Fim".

Aliás, foi uma riqueza sem fim esta oportunidade de sentir o papel, o registro, o toque dela ali. Uma riqueza ampliada pelo afeto com que a Carminha foi guardiã das receitas e, agora, me presenteou estas memórias.
Em breve, conto das receitas aqui. 

Um abraço,
Betina Mariante Cardoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Vou adorar compartilhar emoções culinárias com você! Com carinho, Betina