quinta-feira, 5 de julho de 2012

Das caçarolas aos livros: histórias vizinhas!

Irma Rombauer
E eis que a fotografia da vitrine de doces porteños, hoje de manhã, me despertou para a idéia de contar a história da Doña Petrona, ilustre cozinheira argentina, em uma das páginas do blog. A leitura sobre ela, no livro divertidíssimo e super informativo 'Según Pasan los Platos- De la comida casera a la vida gourmet', de Oscar Finklstein, me causou uma surpresa...
Doña Petrona
Pois essa senhora tem um ponto de sua trajetória muito similar à cozinheira americana Irma Rombauer, autora do livro 'The Joy of Cooking' (conto sobre seu percurso no texto 'A Alegria de Cozinhar'). Enquanto Irma pagou a publicação de seu livro, nos Estados Unidos, em 1931, Petrona fez o mesmo, na Argentina, em 1933: além disso, ambas investiram na realização de 3000 exemplares de seus 'rebentos'!!! O mais interessante é que o começo das duas cozinheiras, com seus livros, foi praticamente o mesmo: venderam, em suas casas, a primeira tiragem das publicações. 

Diferenças, e muitas, existiam entre suas histórias; entretanto, observar que tiveram uma iniciativa tão parecida, em períodos tão próximos, me trouxe um profundo encanto. O que teria motivado coragem tão semelhante, em vidas tão diversas, em contextos culturais tão distantes? A tal da 'Força Motriz'? Um sorriso disposto?


Em ambos os casos, tornaram-se ícones da cozinha, e, mais ainda, dos livros de culinária em seus países.

Quis compartilhar esta reflexão, por achar uma riqueza a vizinhança destas histórias.

Betina Mariante Cardoso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Vou adorar compartilhar emoções culinárias com você! Com carinho, Betina