segunda-feira, 25 de junho de 2012

"Transe de Viajante": O Brunch da Oficina de Narrativas de Viagem

Brunch, desenvolvido por Michele Valent, para a Oficina
de Narrativas de Viagem da Luminara Escola de Hobby.
Neste sábado, tivemos a inauguração da Luminara Escola de Hobby, com a Oficina de Narrativas de Viagem. A atividade foi desenvolvida em conjunto com o Felipe Rech, jornalista e criador do aplicativo de vídeos de viagem Viajolândia.com, no Facebook. 
E tivemos, para o brunch e para a merenda da tarde, a atuação excepcional da Chef Michele Valent, que é, assim como eu, Médica Psiquiatra, e desenvolveu seus hobbies de jardinagem e culinária a ponto de se tornarem profissão paralela. No blog 'Un Giardin sul Balcon' ( http://michelevalent.blogspot.com.bré possível conhecer mais sobre a trajetória e sobre os 'feitos' da Michele - em seu 'Giardin', o jardim de sacada que cultiva na cidade de Teutônia-RS, e nas cozinhas por onde passa. E ontem, dia invernal de sol, tivemos uma saborosa experiência com seus 'feitos' na cozinha da casa onde foi realizada a Oficina. 

No primeiro turno, falávamos no prazer que uma viagem traz, vivência 'reconhecida' pelo nosso cérebro como prazerosa, mesmo frente à mera idéia de viajarmos outra vez; e falávamos em outra fonte de bem-estar: a presença do 'Novo' em nosso trajeto. Acontece que a novidade desperta o cérebro, aumenta seus horizontes e potencialidades, aumenta a sensação de alegria de uma experiência gratificante.  Isto, durante uma viagem, muitas vezes se traduz como as surpresas que intensificam nosso bem-estar e nosso prazer. E temos neurotransmissores envolvidos nessa história, mas esta é conversa para outro dia.

Estas surpresas podem ser trazidas de nossa memória de viajantes para a rotina, para nossas criações, para Oficinas lúdicas como a de hoje. Recebemos o brunch na mesa, de cores vibrantes,
Creme de Beterraba e Nozes,
feito pela Michele Valent,
 e decorado com as
flores do seu 'Giardin'

baba de laranja com 
calda de arancello
e begônias, 'feitos'
da Michele Valent.
o aroma chegando à anima, ao som do bate-papo dos participantes e da música agradável tocando, sentindo o gosto das texturas e temperaturas variadas. A mesa estava fantástica e, num repente, me senti em uma viagem: estava de frente a um fato surpreendente, como se todo o cenário tivesse, por encanto, surgido ali. Este é o que eu chamo de transe do viajante, aquela experiência de alegria e "ooooohhhhh" que temos em terra estranha, quando algo nos fornece um choque de surpresa boa. E posso atribuir essa sensação toda de contentamento à estética dos quitutes, à reunião de comensais em torno da mesa, aos sabores que despertavam o cérebro por representarem, para ele, o "novo".

Então me senti como viajante, percorrendo uma aventura de celebração. Havia uma atmosfera mágica, em que o Felipe Rech contava do Viajolândia.com-sua criação, a Michele apresentava seu brunch com ingredientes do seu 'Giardin', a mãe compartilhava sua invenção-a  arte com camisetas de viagem- eu me alegrava pela inauguração da Escola de Hobby...
E todos nós, junto aos participantes da oficina, nos deleitávamos com as iguarias, enquanto  trocávamos impressões de andanças.

Para saber mais sobre a Luminara Escola de Hobby, visite:
http://www.editorialluminara.blogspot.com

Betina Mariante Cardoso

OBS. As fotos publicadas nesta postagem são de autoria da própria Chef Michele Valent.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Vou adorar compartilhar emoções culinárias com você! Com carinho, Betina